MT: Professora é expulsa de escola e denuncia diretora e controlador interno da prefeitura


Uma professora de 24 anos, identificada como C.L.S., foi expulsa da sala de aula da Escola Municipal de Educação Infantil Arte de Aprender, município de Alta Floresta, após se envolver em um desentendimento com a diretora da unidade L.S.O.. A expulsão foi na terça-feira da semana passada, dia 12.


As informações dão conta de que a educadora estava na sala de aula, quando chegou a diretora e o controlador interno da prefeitura, H.V., e a expulsaram da escola. C.L.S., trabalha na rede municipal de ensino há seis anos, mas nesta unidade escolar foi a primeira vez.

Ela contou ainda que na semana passada a diretora apresentou um documento e pediu que os demais profissionais e a própria funcionária assinassem, para demitir C.L.S.. Ela se recusou a assinar e convocou uma reunião com a presidente do conselho da unidade educativa, onde ficou decidido que retornaria às atividades normalmente.

No dia seguinte a professora relata que procurou a secretária de Educação, Lenita Kroker, e contou o caso. A mesma relatou que a diretora não a comunicou sobre os fatos ocorridos e que não tinha encaminhado nenhum documento de demissão. A gestora informou que este ano esteve uma vez na escola, porque a diretora estava levando ao conhecimento da controladoria interna assuntos de competência da pasta municipal.

Mesmo com a autorização da secretária de educação para assumir a sala de aula, a diretora da unidade não a aceitou e determinou, juntamente com o controlador, que se retirasse da escola porque não fazia mais parte do quadro de funcionários. Ela disse que não pôde despedir dos alunos, nem retirar as coisas de propriedade dela.

A professora caracterizou o ato como sendo “humilhante” e procurou a Delegacia de Polícia Judiciária Civil para registrar o Boletim de Ocorrência (B.O). Ela entrou com processo contra a diretora e o controlador interno.

A secretária informou que irá se pronunciar sobre o caso, após tomar conhecimento de toda a situação. A diretora e o controlador interno da prefeitura não emitiram nenhum parecer do caso e também não foram encontrados em seus respectivos locais de trabalho.

Problema antigo

A professora C.L.S., contou que sempre trabalhou na Escola Municipal Paulo Pires e que fazia substituição de professores em outras unidades. Este ano ela não conseguiu pontuação suficiente para esta escola e foi encaminhada para a “Arte de Aprender”. Ela conta que nunca foi bem recepcionada pela diretora, desde o primeiro dia de aula.

A diretora perguntou para ela o porquê não pediu troca de escola. C.L.S., disse que até hoje não entende o motivo da recusa da diretora, já que elas não se conheciam.

Ela denunciou ainda que havia 40 horas disponíveis nessa unidade escolar, entretanto só foram repassadas 20 horas. O restante foi dado a outra funcionária.


Fonte: Nortão Notícias
MT: Professora é expulsa de escola e denuncia diretora e controlador interno da prefeitura MT: Professora é expulsa de escola e denuncia diretora e controlador interno da prefeitura Reviewed by Max Aurelio on 15:32 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.