Transferência bancária por TED não terá mais valor mínimo

Fonte: Folha

As transferências bancárias por meio de TED (Transferência Eletrônica Disponível) deixarão de ter valor mínimo a partir da próxima sexta-feira (15). Até o dia 14 de janeiro, o valor mínimo será de R$ 250.

A diferença entre a TED e outros tipos de movimentação financeira é que a compensação do crédito é feita no mesmo dia, mesmo quando a transação ocorre entre bancos diferentes. Em outras modalidades, como o cheque ou o DOC (Documento de Crédito), é necessário aguardar pelo menos um dia para o dinheiro ser transferido.

A compensação do DOC é semelhante à de um cheque, feita à noite pelos bancos e pode ser devolvida caso o cliente não tenha fundos ou forneça informações incorretas na operação. Já a TED é aceita apenas quando o cliente tem recursos disponíveis e as informações estão todas corretas.

Com a mudança, o DOC perderá mais espaço entre os clientes. Isso porque o valor máximo de um DOC é de R$ 4.999,99, enquanto a emissão de uma TED não possui limite.

De acordo com a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), o objetivo da mudança é facilitar as transferências entre bancos diferentes. A tarifa da TED varia conforme a política comercial de cada banco. É possível consultar os valores na Febraban.

Com a TED, basta ao cliente acessar a página do banco na internet ou outros canais eletrônicos de autoatendimento para efetuar a transferência. Segundo a Federação, tem crescido a preferência dos clientes por transferências eletrônicas.

Criada em 2002, a TED estava limitada a operações de pelo menos R$ 5 milhões. O limite foi reduzido para R$ 5.000 em 2003, R$ 3.000 em 2010, R$ 2.000 em 2012, R$ 1.000 em 2013 e R$ 750 em 2014. No ano passado, foram duas reduções: primeiro para R$ 500 e finalmente para R$ 250.
Transferência bancária por TED não terá mais valor mínimo Transferência bancária por TED não terá mais valor mínimo Reviewed by Max Aurelio on 18:53 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.