Mulher denuncia que vereador usou nome indevidamente do marido para fazer empréstimo em banco

Denúncia grave envolvendo um vereador em Serra Nova Dourada, cidade que fica na região Norte Araguaia, trata-se do vereador Valdenor Carvalho de Brito que foi eleito pelo Partido Social Democrático (PSD), com 78 votos nas últimas eleições. Valdenor tem 39 anos e é natural de São Félix do Araguaia e segundo informações mora no Projeto de Assentamento Rocandor a 25 quilômetros da cidade de Alto da Boa Vista.

A Senhora Maria Aparecida Almeida de Sousa, relata que o seu esposo Antonio Lopes Wanderlei de 67 anos foi induzido pelo vereador a ir o banco no ano de 2012, segundo a denúncia o vereador disse que precisava abrir uma conta, e pediu R$ 300,00 (trezentos reais), emprestado, após a abertura da conta Valdenor teria procurado seu Antonio e apresentado documentos para um empréstimo no valor de R$ 5.000,00 (Cinco mil reais), no qual o idoso seria o avalista.

A esposa relata que Valdenor Brito nunca pagou o empréstimo, mas o pior ainda estaria por vir quando o casal precisou adquirir um crédito para pagar a faculdade dos filhos, descobriram que os seus nomes estavam inclusos no Serasa, e o pesadelo aumentou mais porque ao verificar a situação dona Maria Aparecida acabou sabendo que ao invés de 5 mil reais, Valdenor teria feito um empréstimo no valor de R$ 20 mil reais, como avalista e com o nome nos órgãos de proteção ao credito seu Antonio ficou impossibilitado de fazer qualquer empréstimo.

Procurado pela família Valdenor se comprometeu a renegociar a divida e ao invés disso, segundo Maria Aparecida ele contraiu outro empréstimo no nome do seu esposo no valor de R$ 17.800,00 (Dezessete mil e oitocentos reais), a família diz que já procurou o vereador por diversas vezes, mas ele não resolve a situação, eles dizem que ele tem condições de pagar, mas não procura quitar o débito e enquanto isso o senhor Antonio Lopes continua com o nome no Serasa e nesse momento saiu de casa e está morando na cidade de Barra do Garças, para que não tenha contatos com o vereador que freqüentemente é visto em Alto da Boa Vista.

Cansados de promessas não cumpridas as vitimas procuraram a Delegacia de Policia de Alto da Boa Vista e registraram um Boletim de Ocorrência com o número: 2015.123521, no dia 04 de janeiro de 2015, e com isso eles esperam que toda essa situação tenha um desfecho positivo o mais rápido possível.

Fonte: Agência da Notícia
Mulher denuncia que vereador usou nome indevidamente do marido para fazer empréstimo em banco Mulher denuncia que vereador usou nome indevidamente do marido para fazer empréstimo em banco Reviewed by Max Aurelio on 17:24 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.